Nina Lemos Blog Uncategorized É possível clonar Whatsapp?

É possível clonar Whatsapp?



Vivemos em uma sociedade cada dia mais online, fazendo grande parte das suas atividades rotineiras através de aplicativos, sites e redes sociais.

Da compra de um livro a um automóvel, da reserva de um hotel à compra de dólares para uma viagem, quase nenhum setor de negócios escapa à comodidade de darmos 4 ou 5 cliques e resolvermos a nossa vida.

E nas ferramentas de comunicação digital, esta facilidade tornou-se ainda maior. Podemos falar com o mundo todo através das telas pequenas de smartphones, usando diversos aplicativos de texto, áudio e vídeo.

Um aplicativo em especial, o Whatsapp, é o maior mensageiro eletrônico do mundo, já com bilhões de usuário e evoluindo constantemente – podemos enviar mensagens, anexar arquivos de todos os formatos, mandar áudios.

E, a última das maravilhas, fazer ligações telefônicas que trafegam pela rede de dados que seu aparelho estiver usando. Assim não gastamos a franquia de voz e podemos até reduzir o valor do plano.

Mas no meio de tantas melhorias, e usando o Whatsapp para falar com todas a pessoas, com tanta informação importante, especialmente com clientes, existe um risco de alguém acessar remotamente os nossos dados?

Será possível clonar Whatsapp? Vamos falar um pouco sobre este polêmico assunto.

Sim. É possível clonar uma conta de Whatsapp

Esta á uma resposta que muitos parceiros(as) desconfiados(as) adorarão ler – em que pese ser muito inconveniente e invasivo para uma relação ter uma das pessoas (ou as duas!) acessando as informações pessoais da outra sem autorização.

Mas discussões filosóficas à parte, existem aplicativos que prometem – alguns cumprem total ou parcialmente – clonar uma conta de Whatsapp em outro celular, e desta forma todas as mensagens e anexos poderão ser lidos e vistos.

O processo de clonagem de alguns deles é muito simples: ou abre uma segunda conta de Whatsapp no mesmo aparelho (e existem aplicativos para permitir isso) ou desinstala a conta atual para colocar a nova. Algumas considerações são importantes:

Anexos não baixados ou deletados

Um usuário de Whatsapp pode configurar sua conta para não baixar automaticamente um anexo recebido, ele decide clicando. É um ótimo recurso para não encher a memória do aparelho com aquelas tantas imagens de bom dia do grupo da família ou aquelas imagens picantes que a prima gosta de enviar. Estes anexos não estarão disponíveis, exceto se a pessoa que está clonando clicar para ver – e deixará o rastro de quem um anexo foi aberto sem o dono autorizar.

Para os anexos deletados do aparelho depois de baixados, não será mais possível acessar. O que a clonagem permite ver é o que ainda está acessível nas conversas.

Código de acesso

Os aplicativos de clonagem não conseguem evitar o envio do código de acesso que o aplicativo gera para confirmar a instalação para um determinado número. O dono do número receberá em seu aparelho e poderá perceber uma tentativa indevida de acesso.

A clonagem de Whatsapp pode ser positiva?

Sim! Pais podem usar este recurso para ter acesso ao conteúdo de contas dos filhos – uma medida de segurança contra usuários inconvenientes ou desconhecidos.

Outra hipótese é um chefe ter sua conta profissional de Whatsapp clonada no aparelho de um assessor ou secretária, de forma que essa pessoa possa ler assuntos urgentes.

E por falar em uso profissional

Devemos ter um cuidado adicional com as contas usadas para assuntos comerciais, contatos com clientes.

Elas podem ser clonadas por terceiros interessados nas informações trocadas ou até mesmo algum colega mal intencionado. Como essas contas são normalmente instaladas em aparelhos corporativos, a tendência é relaxarmos quanto ao conteúdo, mas ele é estratégico para o seu trabalho.

Quem tem clientes no Whatsapp precisa ficar atento para não se clonado, clique aqui para entender como isso pode ser feito.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *