Temer, Marcela e a diferença de idade de 43 anos

marcela

“Então, e esse presidente que deu o golpe é casado com uma mulher 43 anos mais nova que ele.” “Mas não, não, meu deus, igual acontece em Camarões, não!”. Quem me disse isso foi Agnes, faxineira de Gana que mora em Berlim. Ela colocou a mão no rosto quando citei a diferença de idade entre o presidente e sua esposa e gritou: “não, não, não.”

No meio da crise toda, um título do Washington Post foi curto e grosso: “Primeira presidente mulher do Brasil é substituída por homem que é casado com mulher 43 anos mais novo que ela.” “Que título! Que título!”, exultei, jornalista que sou, ainda amante dessa coisa chamada “edição” bem feita de jornal.

Desde que Temer assumiu a junta provisória interina, penso em escrever sobre isso. Mas ouço as vozes repressivas e desisto: “Você não está sendo feminista!”. “Você está sendo preconceituosa.” “Isso não é seu problema.” Mas olha, desculpem. Se eu vivo de escrever sobre comportamento de homem e mulher, isso é meu problema sim.

Não é meu problema o relacionamento dos dois. Mas o fato de no Brasil ser quase normal homem branco velho casar com mulher linda muito jovem.. é para a gente parar e pensar, sim.

Os exemplos são muitos. Teve o Rei da Soja. Tem o Cid Moreira. Tem o Justus. São muitos os exemplos desde que eu nasci. E me desculpem, mas acho sim que isso é uma coisa da sociedade machista brasileira (e de outros lugares que são machistas para caramba, tipo a África da Agnes).

Todos nós sabemos que no Brasil o grande capital da mulher é o corpo. Que homens velhos desfilam puxando meninas com idades da filha pelas mãos como se fossem troféus (só o jeito como as puxam já me constrange). Eles exibem como se fossem um carro, uma coisa linda e cara que eles compraram.

No Brasil, mesmo entre os mais modernos dos homens, uma mulher de 40 anos é considerada velha pela maioria dos caras da mesma idade que ele. E na Alemanha onde vivo, que fique claro, isso é raro. Mas tem homem alemão (e europeu no geral) que vai ao Brasil “importar mulher”, vocês sabem.

Não, não acho isso ok.

Espero mesmo que vocês me entendam. Pode ser que seja amor (e muitas vezes é). Mas um homem rico puxando pela mão uma menina de origem pobre como se a tivesse comprado é, no mínimo, uma coisa para a gente olhar com atenção e refletir. A gente veio ao mundo para pensar, não? E o casal Marcela e Temer é um símbolo que roda (e choca) o mundo. Então, sim, pronto, falei.

 

Anúncios

14 comentários

  1. Tete de alencar

    É isso ai!
    Puro machismo!
    As mulheres sao usadas como troféu e educadas a pensar que essa é uma atitude normal.
    Os homens em geral e os brasileiros principalmente , odeiam mulheres mais velhas.
    Te olham com desprezo este chamam de velhinhas mesmo quando eles são 10 a 20 anos mais velhos do que uma mulher de 40.
    Fiz um trabalho sobre isso chamado “Cinderella Flash” onde analiso os vestidos e a moda de alta grifes que são desenhados para manter a mulher em uma forma.
    patabens pela a coragem e ótimo texto

    Curtir

  2. ohhrosie

    Vamos falar sobre o José de Abreu que tem 70 anos e é casado com uma mulher de 40? Vamos também? Ou pra quem tá “do nosso lado” a gente finge que não vê, a gente passa pano? Só os do lado de lá que estão errados????? ôôô Nina sendo tendenciosa!

    Curtir

    1. rosangela

      Há uma diferença de idade entre Zé de Abreu e a esposa, mas difere muito do caso de Temer. Ele se casou com a atual mulher quando ela tinha 18 e ele 61; isto tb quer dizer que ele começou a sair com ela quando era menor de idade. É pra se pensar, não? Já Zé de Abreu está saindo com uma mulher de 40 anos, e ele tem 70; acho que uma mulher nesta idade já viveu o bastante; ao contrário de uma de 18 – isso na minha opinião – o texto não enaltece isso nem de uma forma nem de outra. Se você resolveu usar este exemplo pra sugerir qua a Nina está sendo tendenciosa, talvez você devesse rever; a tendenciosa pode ser você ao resumir isso a questões políticas.

      Curtir

    2. Npaula (@PaulaN_A)

      mas vc ja falou.é uma mulher de 40. a experiência de vida é completamente diferente d uma moça como a Marcela.O q pega pra mim é isso, a diferença de fase q a mulher está na vida e não o nº de anos d diferença.

      Curtir

  3. Cris

    Concordo com vc que esse tipo de relacionamento é uma questão cultural no Brasil, ligada a cultura machista que temos. E justamente por isso discordo que seja normal ocorrer somente com homens ricos e brancos. isso acontece em todas as classes sociais e independentemente de raça. No sertão do Nordeste tem muito homem pobre que casa com adolescente. Infelizmente o machismo está em todos os lugares.

    Curtir

  4. Érico

    Ue, mas é dai se ela quiser ser tendenciosa, oohhrosie!?
    Ela não está aqui para ser parcial, longe disso! Na esquerda há um sentimento muito forte de união, e as vezes nos confiamos plenamente em quem está do nosso lado! Até que provem que ele está errado!
    Pode ser que ele não goste da mulher dele de 40 anos, pode ser que sim! São casos e casos! No geral o que acontece no Brasil é que, sim, os homens exibem suas mulheres mais novas como se fossem troféus, não vejo que é o caso do José De Abreu! Enfim…
    Ate

    Curtir

  5. Ge

    Se a pessoa é maior de idade (mulheres e homens) e decide, por livre e espontânea vontade, casar-se por conveniência, ela está exercendo sua liberdade e deveria ser respeitada. E ela não tem que assumir isso à mim nem a ninguém. Casa-se por motivos diversos e particulares e isso varia conforme a cultura, sim. Na Alemanha, casa-se muito para economizar nos impostos. A dependência emocional e a imaturidade, por exemplo, são motivos para casar que podem ser nocivos aos envolvidos, assim como uma grande diferença de idade, talvez. Assuntos completamente diferentes: casamentos forçados, pedofilia, turismo sexual, prostituição e a ausência de opção para mulheres em situação vulnerável em todo o mundo. Merecem um post à parte.

    Curtir

  6. Plinio

    Nina, boa tarde!
    Concordo contigo, em partes, porém, não vejo problema algum a diferença de idade, tanto faz se é o homem ou a mulher o (a) mais velho (a)…
    Na verdade, é uma troca, onde ambos se beneficiam, de certa forma: uma parte entra com o dinheiro/ poder, e a outra, com a beleza/ juventude. Até porquê, no final das contas, a parte jovem é quem ficará, provavelmente, com a herança.

    Curtir

  7. Elen

    Nina, concordo plenamente com você. O mais impressionante é perceber como a sociedade ainda aplaude e nem percebe o absurdo que isso representa.

    Curtir

  8. Maria

    A mulher jovem é mais atraente. Homem com dinheiro e fama é mais interessante. Muitas pessoas são interesseiras, mas há pessoas com sentimentos sinceros também. Não dá para usar exemplos de interesseiros para justificar o preconceito, seja de idade, raça ou sexo.

    Curtir

  9. cati

    A verdade é que ele (vamos falar dele porque ela é uma vitima consciente ou não, seja como produto da sociedade machista ou dele, ela é vitima); ele é um abusador, usar do poder que tem para ter algo que não conseguiria ter se não tivesse dinheiro e poder o torna um abusador. Usar de privilégios para obter vantagens é sempre imoral, perverso, machista.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s