A Garota que Muda Por Causa do Namorado

mulher que muda.jpeg

Eu devia ter uns 14 anos quanto tive o meu primeiro contato com uma Garota que Muda por Causa do Namorado. Uma das minhas poucas amigas na época era fã do Milton Nascimento como eu. Começou a namorar. Pronto. Virou fã do Iron Maiden. Lembro de olhar para aquela capa de disco de metal com ódio. Como assim? Como assim Iron Maiden? Iron Maiden não tinha nada a ver com ela! Eu odiava aquele disco e passei a odiar mais.

E não me venham vocês, Meninas Que Mudam Por Causa do Namorado, falar que é ciúme ou inveja (vocês sempre usam esse papo). Não é!. Ninguém tem ciúme ou inveja do namorado de vocês. A gente sente é raiva de ver que alguém pode mudar para agradar uma pessoa. E que em geral quem faz isso é mulher. Não lembro de nenhum cara que tenha passado a ser fã do Beto Guedes de carteirinha só porque a namorada era.

Aquele susto que senti aos 14 anos, eu nem sabia, mas basicamente era revolta contra submissão. “Ela está fazendo isso só por causa do namorado”, eu pensava, e colocava ainda mais alto o disco do Cólera (sim, eu tinha esse gosto esquisito e ótimo aos 14 anos).

Ao longo da vida, sempre cruzei com Meninas Que Mudam Por Causa do Namorado, inclusive porque muitas delas não mudam. Apenas crescem e viram Mulheres Adultas que Mudam por Causa do Namorado, o que é triste.

E lá vão elas. Fazendo coisas como: mudar de posição política porque o novo namorado pensa assim. Parar de beber porque o novo namorado não gosta de beber. Ou começar a beber porque o novo namorado bebe. Como em geral o namorado (ou marido) não dura para sempre na vida de ninguém, ela vai mudar tudo de novo quando um novo romance começar, o que significa que ela mudou de personalidade umas dez vezes na vida.

Por mais que eu me esforce há 30 anos, ainda não entendo direito as Meninas que Mudam Por Causa do Namorado. Mas sei  que  muitas de nós foram criadas para agradar o homem. E cresceram achando que ter um namorado era mais importante do que ter personalidade.

“Eu sou a namorada do fulano”, ela diz para si mesma, orgulhosa, enquanto muda a alimentação porque o namorado é um casa muito saudável.

Tenho tando medo de ser uma Mulher que Muda por Causa do Namorado que se um cara me falar, por exemplo, que minha bicicleta é velha, sou capaz de ficar com essa bicicleta mais 100 anos só de ódio. É trauma, gente. Não posso fazer nada.

E se você é uma Garota  que Muda por Causa de Namorado, bem, experimente não fazer isso só uma vez na vida. Eu acho que talvez você curta ser você. De novo. Agora, também pode ser que você leia esse texto e, mesmo sem me conhecer, pense: “essa aí tem é inveja”. Tudo bem, então. Mas não é. Eu só queria que houvesse um levante.

Anúncios

4 comentários

  1. brinaabrahao

    Me lembrei da personagem da Julia Roberts em Noiva em fuga que tinha uma personalidade pra cada noivo, representada pelo jeito que eles gostavam de comer ovos de manhã. E ainda da cena (que eu acho linda) dela fazendo todos os tipos de ovos, que os ex-noivos gostavam, e provando cada um pra decidir qual era o que ela realmente gostava.
    O filme tem um monte de clichês e estereótipos terríveis mas a cena dos ovos me pescou, especialmente porque me vi nela. As vezes o que a gente precisa é de um empurrãozinho pra perceber que é uma menina que muda por causa do namorado. Tipo esse seu texto…. :D

    Curtir

  2. Edna

    Adorei o texto. Já conheci muita gente, mulher, que Muda por Causa de Namorado. Dá até medo de falar, porque tem certeza de que é inveja, despeito, e falam pra você ir arrumar teu homem.

    Curtir

  3. João

    Que BOBAJADA! rssss

    Iron Maiden é muito bom, musicalmente.

    As letras são fabulosas!

    A harmonia e riffs de rock são virtuosos.

    E o clima geral é bem superior que cancioneiro (qualquer) brasileiro.

    Como esteticamente é bom mesmo, a questão é bem simples e racional:

    Sua amiga descobriu o bom, o ÓTIMO implícito. Sim! Com o namorado. E mudou.

    ¿Qual a culpa de ele apreciar algo de excelência?

    É como se você tivesse acostumada com “mingualzinho” e, de repente, mas de repente, seu namorado te apresentasse uma excelente e ROBUSTA “feijoada”! Nunca mais, de repente [EPIFANIA], VOCÊ quisesse voltar para o tal de “mingualzinho”.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s