O abusador no BBB: estamos ferradas, presta atenção!

marcos-briga

 

O cara chama a mina para discutir. Conforme ela fala, ele vai a encostando na parede. Até que ela está impressada e ele começa a gritar muito grosso com o dedo na cara dela. “PRESTA ATENÇÃO! PRESTA ATENÇÃO!” Vendo a cena, dá arrepio e frio na barriga. Parece que a qualquer momento ele pode enfiar a mão na cara dela. A mão já está perto. Ele encosta o dedo nos lábios da menina e fala: “shhhh.”

Em outro momento, ele aperta o braço dela forte. “Tá doendo. Machucou”, ela diz. Depois das brigas, ele diz que ela perde o controle. Claro, ELA É LOUCA.

Vocês já devem saber que não estou falando sobre um novo seriado do Netflix sobre abuso. Mas sobre o Big Brother Brasil.

Nesse momento, enquanto escrevo, um caso de abuso está acontecendo dentro da tal casa mais vigiada (se fosse mesmo a polícia já estava lá dentro) do Brasil. Emilly, uma menina de 20 anos, fez as pazes com o abusador. Ela acha que o ama.

O mesmo abusador, Marcos, aponta o dedo para todas as mulheres da casa. Uma delas têm 70 anos. Mas desde quando esse tipo de sujeito respeita algum tipo de limite?

O sujeito também chama uma atleta paraolímpica de cavalo que manca.

Sim, nesse momento, dentro do BBB, está um cara: agressivo, violento, machista, misógino, preconceituoso. O protótipo de neonazi é médico. E, o mais chocante, ele foi escolhido por 77% dos votos na noite de ontem para continuar na casa praticando abuso.

A mobilização é gigante. Muitas pessoas estão fazendo denúncias ao Ministério Público, fãs do programa escrevem para a Globo. E uma campanha para que o protótipo de neonazi saia da casa ficou ontem em primeiro lugar no Twitter.

Mas ele ganhou.

Ele ainda está lá dentro.

Só sobraram quatro pessoas na casa. E ele está lá.

O cara que fez nossos estômagos congelarem ao ver tais cenas de agressão pode ser campeão.

Segundo a Globo, o que aconteceu foi uma briga de casal. Um casal está perdendo o limite. Eles dois têm culpa no cartório.”  “Ela que começou”, como todos sabem, são desculpas muito usadas para justificar agressões a mulheres.

A Globo se omite e joga todo o papinho de respeito a mulheres no lixo (alguém caiu?) e o público que vota no sujeito nos deixa de novo com o gosto amargo de que as coisas no Brasil são péssimas.

Foi legal o José Mayer ser afastado da novela. Foi legal todas as mulheres unidas com a figurinista Su Tonani. Mas não, ainda somos um lixo de civilização, um lugar onde a televisão se omite e o público recompensa um machista, misógino e abusasor.

Por que votam no Marcos?

Ninguém tem a resposta para isso. Nem eu. Mas infelizmente desconfio que muitos homens pensem que ele é homem de verdade e que, tadinho, está lidando com uma mulher maluca. E que muitas mulheres pensem o mesmo.

“No fundo ela é uma pessoa boa”, escreveu alguém no Twitter. Essa frase, como todo mundo sabe, é uma das mais usadas por mulheres em relacionamentos abusivos: “no fundo ele é uma pessoa boa.”?

Tudo isso está sendo exibido na TV. PRESTA ATENÇÃO, PRESTA ATENÇÃO. Estamos ferradas: PRESTA ATENÇÃO!

 

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s